null

Drone na Agricultura: Otimização do trabalho e economia de recursos

A agricultura brasileira está cada vez mais automatizada, o que permitiu um grande avanço do setor. E entre tratores conduzidos por GPS, sensores para aplicação de nitrogênio e diversas outras automações, estão os drones agrícolas, que se tornaram indispensáveis para a agricultura de precisão, ou agricultura inteligente, que baseia-se no uso de tecnologias avançadas no gerenciamento das plantações com a finalidade de aumentar a produção sem comprometer a qualidade. Os Veículos Aéreos Não Tripulados, ou simplesmente VANTs, são capazes de fazer o mapeamento aéreo das lavouras, de identificar pragas e doenças com mais rapidez e de fazer a gestão do plantio. Os dados gerados podem ser gerenciados com muito mais exatidão, otimizando o trabalho, minimizando os custos e facilitando a tomada de decisões.

 

 

Drone Agrícola Parrot Disco-Pro AG Lifestyle sobrevoando uma plantação

Drone Agrícola Parrot Disco-Pro AG Lifestyle fazendo mapeando aéreo de uma plantação

 

 

O uso de drones na agricultura já mudou a realidade de muitos produtores rurais.  Sem sair do escritório, eles podem tomar decisões de manejo não mais baseadas em probabilidade, mas em fatos concretos obtidos por meio de imagens de pecuária e de agricultura. As aeronaves são equipadas com câmeras, sensores multiespectrais e softwares de última geração, que fornecem dados a partir de relatórios gerados com mapas NDVI, uma sigla em inglês para “Normalized Difference Vegetation Index”, que em uma tradução livre significa “Índice de Vegetação da Diferença Normalizada”. Esse índice é usado há mais de 40 anos por cientistas e agrônomos para avaliar a saúde das culturas e das plantas.

 

 

Mapa NDVI gerado pelo drone Parrot Disco-Pro AG Lifestyle

Mapa NDVI de uma região gerado pelo drone Parrot Disco-Pro AG Lifestyle

 

 

Explicando de forma prática, O NDVI é um índice que realiza um cálculo em cima das bandas espectrais da plantação. As plantas captam e absorvem energias, que possuem diversos espectros, e esses espectros são captados pelos sensores dos drones, que posteriormente serão calculados e utilizados para medir índices como a quantidade de mais ou menos vegetação em uma área e a presença de água ou de pouca atividade clorofiliana, o que causa baixa quantidade de vegetação.

Com um drone agrícola, é possível fazer o acompanhamento do desenvolvimento da plantação remotamente, sem a necessidade de percorrer todos os hectares por vias terrestres. Além de analisar a saúde das culturas e localizar problemas como tombamento, erosão e manchas no solo.  

 

Plano de voo gerado pelo aplicativo Pix4Dcapture

Plano de voo gerado pelo aplicativo Pix4Dcapture

 

Com uma aeronave é possível acompanhar a colheita, rever a profundidade e a distribuição das sementes para maximizar a capacidade da plantação, dentre diversas outras aplicações, entre elas:  

Mapeamento Aéreo

Como mencionado anteriormente, usando imagens NDVI, um agricultor com treinamento adequado pode determinar a saúde de seu campo e tomar decisões importantes em tempo real. Em vez de percorrer toda a plantação ou atravessar o campo com um trator, um drone pode produzir de forma semi-autônoma um mapa e apontar áreas de dificuldade.

Atualmente, a agricultura está prevista para ser o maior caso de uso geral para drones e é a indústria com maior potencial para mapeamento de drones. Os mapas dão aos agricultores o poder de analisar rapidamente suas safras e fornecer dados cruciais para orientar a tomada de decisões. Isso significa economiza de tempo, aumento de rendimento das safras e, em última análise, melhora nos lucros. 

Conheça nossos drones para Agricultura

Pulverização Agrícola

Por meio de ultrassom e lasers que permitem que um drone ajuste sua altitude à medida que a topografia e a geografia de um terreno variam, uma aeronave pode escanear o solo, enquanto borrifa a quantidade correta de líquido, permitindo uma cobertura uniforme de toda a área. Isso reduz a quantidade de produtos químicos que penetram nas águas subterrâneas, e faz com que a pulverização seja até cinco vezes mais rápida do que com a utilização da maquinaria tradicional.

Irrigação

Drones de irrigação possuem sensores hiperespectrais, multiespectrais ou térmicos que podem identificar quais partes de um campo sofrem com a falta de recursos hídricos ou precisam de melhorias. Com um único sobrevoo de um VANT é possível obter um diagnóstico de toda área, calculando o índice de vegetação, que descreve a densidade relativa e a saúde da cultura que está crescendo, e mostra a assinatura térmica, ou seja, a quantidade de energia ou o calor que a cultura emite.

Monitoramento da Pecuária

Além da contagem do gado, por meio de câmeras de imagem térmica operador do drone pode vigiar o rebanho e verificar se há animais feridos, ausentes ou em nascimento.

Os drones na agricultura foram desenvolvidos especialmente para  facilitar a vida dos agricultores, por meio de soluções que proporcionam uma avaliação mais precisa para a tomada de decisões assertivas. E a Santos Lab traz o que há de mais inovador para a agricultura de precisão, com VANTs equipados com com tecnologia capaz de maximizar a produção enquanto diminuem os custos. Se você deseja resultados melhores e retorno dos seus investimentos em menos tempo, confira nossos drones e descubra qual modelo de drone agrícola mais se encaixa no seu negócio.

Quer melhorar a performace da sua lavoura?


RECEBA MAIS INFORMAÇÕES